About Me

Opinião: Juventude rebelde ou inconsequente?

 

Imagem (borrada) capturada de um dos perfis do instagram  

T

em sido fato que jovens, não só com comobirdades, são acometidos e vitimados pela Covid-19 e tem causado preocupação, principalmente com o surgimento de novas variantes e com o descontrole dos refúgios clandestinos e aglomerados que essa juventude tem procurado mesmo tornando público os eventos nas redes sociais um dia após esses grandes “megas” eventos acontecerem, como os mesmos são chamados (veja foto – que não identifica os seus autores – acima). Lembrando também, que os que curtem, compartilham, assim como os que patrocinam eventos dessa magnitude em plena pandemia, cometem crime previsto no Art. 268 do Decreto-Lei nº 2.848 de 7 de dezembro de 1940 – tipificado como crime contra a saúde pública que prevê pena de um mês a um ano e multa – branda, para tamanha covardia e indução a disseminação de um agente infeccioso e letal como o coronavírus. O Ministério Público de Pernambuco poderia muito bem convocar esses senhores a prestar esclarecimentos ou prestar contar por atos tão criminosos.

Mas a maior preocupação ainda é com os grupos que ainda inspiram cuidados e que estão às pessoas que ainda não tomaram a primeira e nem a segunda doses da vacina e que mesmo que estivessem imunizadas, ainda falta muito para o país conseguir êxito e conseguir vacinar todo mundo, para um bando de inconsequente rebelde acreditar que pode tudo.

Sábado postei aqui que alguns estabelecimentos descumpriam o decreto estadual em vigor e no domingo, fui informado que as infrações continuaram, inclusive com muitas festas em clubes, bares com músicas ao vivo e sendo de forma irresponsável difundido nas redes sociais. Perderam o medo das autoridades, não respeitam leis e desafiam o vírus.

Quero ver essa coragem toda quando um desses senhores tentar respirar e não conseguir. Nem falei em respirador, oxigênio, vaga em UTI...


Postar um comentário

0 Comentários